31 de maio de 2012

Dia de ser feliz


         Hoje é um dia que eu estou me sentindo simplesmente bem. 

         Sabe quando você está feliz e ponto? Quando se está com um sorriso bobo no rosto por pouca coisa. Bem, que aparentemente são pequenas, mas que por algum motivo se tornam gigantes dentro de si e parece que nada pode tirar isso de você. Você até sente por algo, que a estrutura balança, balança mas não cai. Algo ruim tenta se aproximar, mas o que se está sentindo parece emanar algum tipo de luz que acaba fazendo que qualquer coisa negativa não se atreva a chegar perto. E essa luz transpassa pelo seu corpo, rosto, e o resultado está ali, com alguns músculos do rosto contraídos involuntariamente.


         Quando se tem uma sensação na qual não se sabe explicar muito bem, bem dentro do peito, que as vezes passeia pela barriga, e que no final te faz suspirar. Te faz pensar no mar quando se está voltando para casa, no vento no rosto ou no céu estrelado para sanar qualquer dúvida de que seu dia está tão bom que nada pode estragar. Nem mesmo um lembrança que possa vir a te magoar nem nada, nada pode estragar o que está sentindo, não vale a pena.


         Deixemos o estresse, a tristeza, a angústia para outro dia, por hoje é dia de reinar. Porque a vida é feita de tudo e todos. Não podemos simplesmente ignorar o que nos faz mal. Nós devemos aproveitar esses dias de simplicidade, de um bom convívio, de experiências, de carinho, e que isso seja nutriente para enfrentar as coisas não muito agradáveis mas necessárias. Porque afinal a vida é para ser vivida e para ser trabalhada. É um grande aprendizado em que não negarei, será dureza na maioria das vezes, mas as escolhas são suas. Não fique remoendo coisas, o que passou passou. Pegue as coisas boas e siga em frente, neutralize-se e positive-se. Sem se tornar um bobo é claro. Bote o nariz lá em cima sem deixar de olhar para baixo e não atropelar ninguém. 


         Mas não se esqueça de se fazer visto nesse mundo enorme em que vivemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário